Ir para o conteúdo
Logotipo do FFHC Menu mobile

/imagens/29/30/pdt_bnn_12930.jpg

Iniciativas » Debates

FHC 90 anos: programação

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso fez 90 anos em junho e, para destacar seu legado, a Fundação FHC criou uma programação de atividades dedicada ao seu legado e trajetória. 

Um ciclo especial de debates, intitulado “Um Intelectual na Política” – mesmo nome de seu novo livro de memórias, lançado pela Cia das Letras –, debaterá a atualidade das questões que marcaram e ainda marcam sua vida. Além desta, outras atividades, como exposição e concerto, também estão previstas.

Programação:

Agosto*
Sessão Solene em homenagem a FHC no Senado Federal, com um balanço de sua trajetória como senador.

***   

2022*
Lançamento do documentário sobre a trajetória política do ex-presidente, com direção de Belisário Franca.
 

*Datas em discussão. Em breve, datas e horários finais serão comunicados.

==========

Realizados:

23 de agosto
Legado e futuro da política no Brasil - com Fernando Henrique Cardoso, Tabata Amaral e Ronilso Pacheco
Uma conversa entre o ex-presidente e dois jovens que, superando obstáculos, vêm se destacando na cena brasileira: ela como política, ele como intelectual público. Nesse encontro de gerações, os três falaram como veem e como sentem as transformações desta que é, mais do que uma época de mudanças, uma mudança de época. Num mundo em que a democracia e a ciência estão em xeque, o que podem e devem fazer os que acreditam que elas são conquistas civilizatórias indispensáveis?

Convidados:


Tabata Amaral 
Deputada Federal por São Paulo. Nascida e criada na Vila Missionária (periferia de SP), foi campeã das Olimpíadas de Ciências, ganhou bolsa para estudar em uma escola particular e, depois, na Universidade Harvard (EUA), onde se formou em Ciência Política e Astrofísica. Cofundadora do Mapa da Educação e do Movimento Acredito, tem como suas principais causas a educação, os direitos das mulheres, o combate às desigualdades e a inovação política.


Ronilso Pacheco
Teólogo pela PUC-Rio, ativista de direitos humanos e escritor, é pastor auxiliar na Comunidade Batista em São Gonçalo (RJ), cidade onde nasceu. É pesquisador e mestrando no Union Theological Seminary, Universidade Columbia (NY), e fellow da Ford Foundation Global Fellowship. É autor de “Ocupar, Resistir, Subverter: Igreja e teologia em tempos de racismo, violência e opressão” (Novos Diálogos, 2016) e colunista do UOL.

***

Exposição virtual “Mestre da Palavra” no site da Fundação FHC
A mostra virtual exibe, por meio de documentos, como funcionaram a palavra e a liderança de FHC, aliando argumentos e carisma, em seu compromisso com a democracia. 

***

8 de julho
A arte da política democrática e os desafios da globalização - com Fernando Henrique Cardoso, Ricardo Lagos, Julio María Sanguinetti, Enrique V. Iglesias e María Elena Agüero (mediação)
Nesse webinar em parceria com o Club de Madrid, o ex-presidente Fernando Henrique encontrou grandes amigos que também foram líderes de nações sul-americanas. FHC, Iglesias, Lagos e Sanguinetti viveram o desafio de trabalhar pela consolidação da democracia em seus países e experimentaram, em seus mandatos, grandes transformações na economia e geopolítica regional e global. O diálogo foi mediado pela secretária geral do fórum de ex-presidentes e ex-primeiros-ministros democráticos. 

O conteúdo completo está aqui.

Convidados:


Ricardo Lagos
Ex-presidente do Chile (2000-2006).


Julio María Sanguinetti 
Ex-presidente do Uruguai (1985-1990 e 1995-2000).


Enrique V. Iglesias
Economista e ex-ministro das Relações Exteriores do Uruguai.


María Elena Agüero
Secretária geral do Club de Madrid.

***

17, 18 e 19 de junho
Concerto da Osesp em homenagem a Fernando Henrique Cardoso

FHC foi tema de composição inédita do maestro João Guilherme Ripper e que foi executada pela Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, a Osesp, na Sala São Paulo. O diretor artístico Arthur Nestrovski encomendou a peça em homenagem a FHC, que é também presidente de honra da orquestra.

A estreia aconteceu em 17 de junho para convidados, mas o concerto de sexta-feira (18/06)  – dia do aniversário de FHC – foi transmitido ao vivo, no canal da Orquestra no YouTube. No dia seguinte, houve a última apresentação, a qual também foi reservada.

A composição de Ripper chama-se “Variações Concertantes sobre o Tema F-E-H-E-C-A” – as letras correspondem às notas musicais em alemão que formam a melodia principal. O concerto também teve a peça “O Pássaro de Fogo”, de Igor Stravinsky. A regência foi de Thierry Fischer e teve Emmanuele Baldini ao violino.

***

9 de junho
Utopias e experiência pública na democracia - com Fernando Henrique Cardoso e Fernando Gabeira
Os dois participantes desse diálogo têm mais em comum do que o primeiro nome. Ambos viveram o exílio, estiveram na oposição ao regime autoritário e participaram intensamente dos debates intelectuais e políticos das últimas cinco décadas, aqui e no mundo. Com 90 e 80 anos, respectivamente, Fernando Henrique Cardoso e Fernando Gabeira falaram sobre o passado comum e sobre o presente e o futuro, que continuam a inquietá-los. Na pauta, os temas da agenda contemporânea: do ressurgimento dos nacionalismos e das ideologias extremistas às novas aspirações democráticas por maior igualdade e participação política, passando pelos riscos da mudança climática.

O conteúdo completo está aqui.

Convidado:


Fernando Gabeira
Escritor e jornalista, é repórter e comentarista da GloboNews e do jornal O Globo. Foi deputado federal pelo Rio de Janeiro (1998-2010), candidato à Presidência da República (1989), ao Governo do Estado do Rio de Janeiro (1986) e à Prefeitura do Rio (2008), quando chegou ao segundo turno. É autor de vários livros, entre eles "O que é isso Companheiro", "O crepúsculo do Macho" e "Entradas e Bandeiras".

***

25 de maio
Inquietação, formação e prática política - com Fernando Henrique Cardoso, José de Souza Martins e  Maria Hermínia Tavares
O ex-presidente FHC se encontra com dois ex-alunos que se tornaram conhecidos acadêmicos para revisitar e discutir  a experiência de serem intelectuais politicamente engajados num país como o Brasil – dos anos que antecederam o golpe de 1964 aos dias de hoje, quando os riscos à democracia reaparecem no horizonte.

O conteúdo completo está aqui.

Convidados:


José de Souza Martins
Sociólogo e escritor, é professor titular aposentado do Departamento de Sociologia e Professor Emérito (2008) da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP). Atuou como professor da Cátedra Simón Bolívar da Universidade de Cambridge (1993-94), quando foi eleito fellow do Trinity Hall (1993-94). Foto: Editora Unesp.


 
Maria Hermínia Tavares de Almeida
Cientista política e socióloga, é pesquisadora sênior do CEBRAP e professora titular aposentada do Departamento de Ciência Política da FFLCH-USP e do Instituto de Relações Internacionais da USP.  

 

 

Mais sobre Debates