Iniciativas » Diálogo na Web

Os dilemas da renovação da Política


A Operação Lava Jato e a crise política atingiram em cheio os principais partidos e têm provocado intenso debate sobre a necessidade de renovação da vida pública no Brasil. Se, por um lado, o sistema partidário se tornou hostil à renovação, de outro ela não acontecerá se não se der também no sistema partidário. Não é óbvio o caminho a seguir. Fazer política partidária? Ser candidato? Militar em causas da sociedade? Criar novos partidos? Entrar nos existentes? Estes são alguns dos dilemas, mas não os únicos. Como fazer política em uma sociedade cada vez mais fragmentada, em que os canais de representação e comunicação estão em plena transformação? Como estabelecer vínculos com os diversos setores, dialogar de forma construtiva e criar novos consensos?

A Fundação FHC realizou um Diálogo na Web, em parceria com o Quebrando o Tabu e transmitido ao vivo pelo Facebook, com três brasileiros que atuam politicamente, em diferentes esferas e de diferentes gerações, mas que compartilham o desejo de melhorar a democracia brasileira.

Convidados


Eduardo Jorge
Médico sanitarista, é filiado ao Partido Verde, pelo qual disputou a Presidência da República em 2014. Nascido em Salvador em 1949, militou no movimento estudantil em João Pessoa (PB) a partir de 1968, e em São Paulo entre 1973 e 1974. Foi preso e processado duas vezes durante o regime militar, com base na Lei de Segurança Nacional. A partir de 1974, atuou em movimentos populares na periferia paulistana. Foi deputado estadual e federal pelo PT em várias legislaturas, de 1983 a 2003. Por duas vezes, foi secretário municipal de Saúde e secretário do Meio Ambiente de São Paulo.


Ilona Szabó de Carvalho
Cientista política, é diretora-executiva do Instituto Igarapé e uma das coordenadoras do Movimento Agora. Especialista em segurança pública e política de drogas, foi secretária-executiva da Comissão Global de Políticas de Drogas (2011-2016). Em 2015, foi nomeada Jovem Líder Global pelo Fórum Econômico Mundial. Foi pesquisadora e co-roteirista do documentário Quebrando o Tabu (2011). Nasceu em 1978 em Nova Friburgo (Rio de Janeiro).


Pablo Ortellado
Filósofo, é professor de Gestão de Políticas Públicas na Universidade de São Paulo e colunista do jornal Folha de S.Paulo. Em 2016, fundou no Facebook o Monitor do Debate Político no Meio Digital, ferramenta que acompanha a postagem e compartilhamento de conteúdos em páginas de centenas de veículos jornalísticos ou ligados a movimentos sociais. É um dos autores do livro Vinte centavos: a luta contra o aumento, sobre as manifestações populares de 2013. Nasceu em São Paulo, em 1973.

Mais sobre Diálogo na Web